O Custo de Oportunidade e os Mercados Financeiros

Há uns dias falei aqui num artigo sobre o custo de oportunidade.

O custo de oportunidade é basicamente, o custo de um negócio não realizado.

Por exemplo, eu produzo 10 memórias de 1Gb, e vendo que tenho mercado para venda de memórias de 2Gb Opto por produzir também 2 unidades destas últimas. Para isso terei que deixar de produzir 2 unidades de 1Gb.

Logo o meu custo de oportunidade é de 2 memórias de 1Gb. É o custo do que deixo de produzir.

Transpondo isto para os mercados financeiros e comparando o cenário de há 1 ano com o actual. Tenho que o meu custo de não colocar 10.000 € num depósito a prazo era de 500€ ano ( 5% ). Neste momento o meu custo será sensivelmente 200€ ano.

Quer isto dizer que o valor perdido por investir em acções contra o investimento em depósitos a prazo diminuiu substancialmente.

Esta medida ajuda à propensão ao risco, logo ao investimento nos mercados financeiros.

O Custo de Oportunidade pode ser aplicado a quase tudo na vida. Temos sempre um custo por deixarmos de fazer alguma coisa em beneficio de outra.

Bons Negócios!

partilhar

Deixar uma resposta