Como poupar electricidade (energia) em casa

O Portal do cidadão tem algumas medidas simples que podemos adoptar:

Electrodomésticos

Quando se adquire um frigorifico ou uma máquina de lavar, por exemplo, é possível optar pelos de classe A, porque os produtos com esta indicação na etiqueta energética consumem menos energia.

Muitos aparelhos, como televisões e computadores são fabricados em modelos classificados com o rótulo ecológico da União Europeia, que indica que têm um impacto ambiental mais reduzido durante o seu ciclo de vida. Há PC com fontes de alimentação que gastam menos energia e que têm uma menor dissipação de calor. Da mesma forma, existem televisores que são feitos com plásticos reciclados, com parafusos sem crómio e cujos manuais vêm em papel reaproveitado.

 Não deixar os aparelhos electrónicos em modo de repouso (stand-by) é uma regra básica, já que assim eles continuam a gastar energia. Por isso, deve-se desligar a televisão, DVD, aparelhagem, etc. no botão e não com o comando de controlo remoto. Caso estes não estejam a ser utilizados durante muito tempo, é preferível desligá-los também na tomada.

Tirar as fichas da corrente dos carregadores de bateria dos telemóveis, máquinas de barbear, etc. promove, igualmente, a poupança de muitos kWh.

Não se deve enxugar demasiado a roupa. As máquinas de secar consomem grandes quantidades de energia. Colocar as peças ao sol é sempre a melhor opção, já que esta energia é gratuita. Se se tenciona engomar a roupa também não é preciso deixá-la muito tempo no secador.

Nas máquinas de lavar roupa ou loiça deve-se evitar recorrer a programas que exigem temperaturas elevadas (existem incontáveis detergentes que obtêm bons resultados sem exigirem água com mais de 30.º C).

Também se pode usar menos o microondas para descongelar alimentos. Para isso, basta tirar a comida atempadamente do congelador.

Manter o congelador e o frigorífico com as portas fechadas é outra medida que contribuiu para um gasto mais reduzido de electricidade. A par com a entrada de calor, a acumulação de gelo no interior destes aparelhos aumenta o consumo de energia.

 

Lâmpadas

Iluminar a casa com lâmpadas economizadoras ou de baixo consumo é elementar para ter uma habitação ecológica. Existem vários modelos fluorescentes compactos (de alta eficiência) que se adaptam a todos os candeeiros.

Nas partes comuns dos prédios é possível colocar luzes temporizadas ou com sensores que acendem à passagem de pessoas, acautelando-se que a iluminação não está ligada desnecessariamente.

 

Aquecimento

Mesmo nas regiões mais frias, os cidadãos podem ter atitudes ecológicas que fazem gastar menos energia, sem nunca perder o conforto.

No Inverno, desligar os aquecimentos durante a noite ou quando não se está em casa baixa a utilização de kWh. As portas e janelas bem fechadas ou isoladas aumentam a sensação de ar quente dentro de casa. Os vidros duplos são também os melhores para afastar o frio.

Já no Verão, manter os estores fechados durante as horas de mais calor é uma boa forma de evitar ligar o ar condicionado por muito tempo.

Informação Original em Portal do Cidadão

partilhar

0 comments on “Como poupar electricidade (energia) em casa”

  1. marta simoes Responder

    Economize Renovando
    A Inosys lança conceito que pretende resolver o que parece impossível:
    melhorar a qualidade de conforto, descendo o valor da sua factura energética
    Com Re9:
    • Pode transformar o seu sistema de aquecimento actual em eléctrico O conceito Re9 consiste na reutilização dos radiadores existentes, substituindo unicamente a sua fonte térmica a gás, gasóleo ou lenha, em eléctrica. • Este sistema tem ainda a particularidade de lhe permitir continuar a servir-se das caldeiras para produção de águas quentes sanitárias. • Evita a aquisição de novos equipamentos • Possui um sistema de aquecimento energeticamente eficiente • Reduz significativamente a sua factura energética

    Solicite um estudo térmico gratis e comprove a diferença

    Com Re9 consegue: mais conforto, total segurança, maior economia

Deixar uma resposta