Funcionários das Finanças protegidos contra erros

Daqui a algumas semanas, os trabalhadores da DGCI e DGITA passarão a não de responder civilmente pelos erros cometidos, passando este ónus para uma seguradora do grupo Caixa Geral dos Depósitos.

Há 2 anos o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais anunciou esta medida, agora, pelo que se vê nos meios de comunicação social, falta apenas o aval do Tribunal de Contas.

Logo passará a haver um seguro “conta erros”. Esperemos que esta medida venha contribuir para um melhor serviço ao cliente, ou seja, a quem paga impostos.

partilhar

0 comments on “Funcionários das Finanças protegidos contra erros”

  1. Francisco Mancebo Responder

    Se esta noticia for verdadeira muito mal vai Portugal, passando os trabalhadoures da DGCI a serem superiores a todos os outros PORTUGUESES. Em qualquer posto de trabalho e categoria proficional, somos responsáveis pelos nossos actos e suas consequencias resultante de qualquer erro nosso. Desta forma cria-se um ambiente em que qualquer voluntáriamente ou não, pode errar que está impune perante a lei Portuguesa. SERÃO OS RESTANTES PORTUGUESES PORTUGUESES DE TERCEIRA CATEGURIA, PERANTE OS SENHORES QUE GOVERNAM O PAIS. Muito grave é quando se aproveita cargos politicos e postos de trabalho para se fazer leis que só favorecem uma só classe social. FM

Deixar uma resposta