Funcionários das Finanças protegidos contra erros

Share

Daqui a algumas semanas, os trabalhadores da DGCI e DGITA passarão a não de responder civilmente pelos erros cometidos, passando este ónus para uma seguradora do grupo Caixa Geral dos Depósitos.

Há 2 anos o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais anunciou esta medida, agora, pelo que se vê nos meios de comunicação social, falta apenas o aval do Tribunal de Contas.

Logo passará a haver um seguro “conta erros”. Esperemos que esta medida venha contribuir para um melhor serviço ao cliente, ou seja, a quem paga impostos.