Biarritz + Barcelona 2009

A viagem começa de carro e acaba de avião.

Porto – Biarritz 812km dos quais 780 em auto-estradas demoram 8h. Saída às 06:00 (PT) chegada às 15:00 (FR).

A viagem faz-se bem em oito horas, caso não leve crianças e for bem descansado.

Na chegada a Biarritz, a sensação é de pequena cidade europeia em que está muito calor. Os preços são um pouco caros, e à medida que se avança para a zona do casino / grand plage, as coisas encarecem a olhos vistos. No primeiro dia para a conhecer, uma passagem por lá e 7,5 € vale uma simples e refrescante cerveja de 0,5l.

A passagem à noite na Grand Plage revela uma atmosfera juvenil e alcoolizada. Esta é a praia do casino, a praia perto dos grandes hoteis, dos armazéns e das lojas.

Do lado direito da Grand Plage temos o Hotel du Palais, o qual podemos ver na foto.

A partir desse primeiro dia a viagem fixa-se na praia de Côte de Basques. Esta praia tem a característica de ficar sem areal natural durante a maré cheia, problema que é resolvido por um areal artificial acima do paredão que protege a costa. Nesta praia quase toda gente tem uma prancha de surf/longboard, este desporto é praticado desde os  de 5 anos até aos 80. Na verdade esta localidade vive muito à volta deste desporto. Tem como inconveniente os 200 degraus que é necessário descer para chegar à praia.

No topo da praia Côte de Basques fica o “Les 100 Marches”, um bar muito ao estilo do verão, que nos dias mais quentes está aberto até às 2h da manhã. Ao final da tarde é excelente comer umas tapas neste local enquanto se aprecia o por do sol e se conversa com outros turistas e locais que lá vão passar umas excelentes horas de repouso, depois de um dia de praia.

Num dos dias em que o tempo não convidava à praia, uma visita a Hossegor, localidade a 20 kms de Biarritz. Com uma costa muito maior e menos protegida que em Côte de Basques, Hossegor recebe vários campeonatos de Surf. A passagem pela praia é curta, e um outlet de marcas relacionadas o desporto rei desta zona, convida a umas compras a desconto.

Resumindo, Biarritz é um local a repetir, no verão com boa disposição e sol.

A viagem para barcelona demora cerca de 6h por 512km.

Durante os 2 dias passados em Barcelona, visito o parque Guell, Sagrada familia, a torre Agbar e para duas saídas, uma nas Ramblas e em El Borne.

O Parque Guell vale sem dúvida uma visita, a subida custa, mas é na realidade uma obra de arte. Os músicos estão em toda parte do parque e é um bom local para relaxar algum tempo após a subida até ao parque. A casa em que Gaudi que é parte integrante do Parque Guell e na qual passou os últimos anos da sua vida vale a visita.

A Sagrada Familia apesar de bonita, a maioria da sua beleza está no exterior. Levando a sua família, não sendo a sua sagrada (mesmo se for não vi nenhum desconto para famílias sagradas) e sendo composta por 4 elementos não se livra de largar mais de 50€. Parece-me um preço elevado a pagar mas tudo depende do valor que se dá.

A torre Agbar vista de longe é suficiente!

Quanto a El Borne é o sítio ideal para sair a noite, segundo me pareceu, tinha bastantes pessoas locais o que torna os espaços mais verdadeiros em todos os aspectos.

Saída de Barcelona pela TAP (O Voo partiu e chegou a horas), com chegada perto das 09:00 (PT), pois é o trabalho esperava.

Aqui fica um programa de férias que recomendo e que não sairá mais caro que um programa equivalente no ALLgarve!

partilhar

Deixar uma resposta