Ferraris no Feminino

Do Maismotores.net chega o seguinte texto que demonstra o poder financeiro que existe na china e como as transacções financeiras se fazem, nós adquirimos o barato eles o caro!

Provavelmente já teríamos a noção de que a China é hoje o maior mercado automóvel mundial, rivalizando assim com mercados de dimensões bastante generosas como seja o Norte-Americano ou o Europeu. Podemos considerar então diversos factores, a população crescente, o poder de compra elevado de uma fatia considerável da população chinesa e a salutar situação que a economia deste país oriental vive muito à custa das exportações dos mais diversos bens (para não dizer, todos!)

Em 2009, um total de 220 Ferraris foram então vendidos na China, sendo que 44 deles (20%) foram adquiridos por senhoras que não se preocupam apenas com roupas, maquilhagens e jóias.
Este número, e de acordo com estatisticas da marca do Cavallino Rampante, supera a soma dos valores obtidos nos mercados Europeus e Norte Americano cunjuntamente (!), existindo ainda uma outra curiosa nuance: o comprador de um Ferrari na China é em média 10 anos mais novo do que o comprador Europeu ou Norte Americano.
Assim sendo, podemos concluir que enquanto fazemos esforços para nos deslocarmos num Honda ou Toyota mais desportivo, os chineses têm a necessária saúde financeira para adquirirem modelos da marca de automóveis mais desejada do mundo.

Fonte: Maismotores.net

partilhar

Deixar uma resposta