Mandamentos da Poupança II – Controle entradas e saídas de dinheiro

O objectivo do controlo das entradas e saídas de dinheiro é tornar o dinheiro real. Só quando mede é que sabe quanto gasta realmente em cada categoria de despesa, e todos nós temos surpresas. Se se perguntar quantas horas tem de trabalhar para pagar a comida que come, saberia responder?

O controlo do cashflow materializa-se através da elaboração de um mapa de cashflow, utilizando uma folha de Excel, um bloco de notas, ou um programa de acompanhamento financeiro como o Quicken, Mint ou o Money Manager da Kash. Este deve ter uma divisão por categorias, possibilitando o registo regular das receitas e das despesas, e limitar-se às categorias essenciais. Há pessoas que escolhem guardar recibos e anotar no final do dia, outras pessoas andam sempre com um telemóvel ou agenda e registam no acto da despesa o que saiu. Há vários métodos e o importante é ter um que funcione.

Na generalidade os portugueses olham apenas para a conta no início e no fim do mês. Não sabem para onde vai o dinheiro e pensam que sabem. Mesmo que tenha pouco tempo, registe pelo menos durante 3 meses as suas despesas. Acredite que ajudará ao passo seguinte, de pagar primeiro a si, e a ter mais dinheiro.

PQC
Kash.pt

partilhar

Deixar uma resposta