Aprender a falar | A arte da comunicação – Parte I

Acreditar na Ideia e deixar claro que acredita.

Acreditar na ideia parece fácil, mas não é. É exactamente nesta parte que uma grande parte dos empreendedores falha.

A insegurança em relação ao projecto é percebida através da utilização de palavras vagas, que transmitem incerteza:
“em princípio é um negócio que poderá ser viável”;
“é um projecto que eventualmente um dia se calhar poderá vir a ter algum sucesso” (esta até dói, mas já ouvi);
“com sorte um dia conseguiremos ter sucesso” (sorte??? então e o euromilhões? traria um ROI mais alto!);
“não sei bem se poderá ser do seu interesse, mas…”;
“não tenho a certeza se esta seria a altura certa para investir…”

Um investidor experiente consegue facilmente captar estes sinais de insegurança. E, sejamos sinceros, se você não conseguir provar que acredita na ideia, como é que outra pessoa irá acreditar?

»»» Como fazer bem:
– Utilizar uma linguagem precisa e calculada (eliminar palavras como “talvez”,” em princípio”, “se calhar”, “não sei bem”, …);
– Pelo contrário, utilizar palavras e expressões que demonstrem assertividade, tal como “Sei”; “Eu acredito”; “É uma ideia com potencial”; “Os estudos que fiz demonstram que…”; “O feedback que tenho recebido é positivo, os clientes dizem que…”;

»»» Last minute tip:
– Vá ao youtube e veja alguns vídeos do Steve Jobs. Como avalia a linguagem que ele utiliza? Insegura ou assertiva? Quais são as palavras-chave que ele utiliza para vender as suas ideias?

Cristiani Oliveira – http://pt.linkedin.com/in/cristianioliveira
Conteúdo desenvolvido em colaboração com:
YEN Portugal (Young Entrepreneurs Networkers) e Lisbon Toastmasters Club

partilhar

Deixar uma resposta