Jel – o Homem que luta?

Recomendo vivamente a leitura do texto de Pedro Boucherie Mendes, acerca da sua experiência com Jel o Homem da luta ou do momento. Acho que lhe dá mais alguma autenticidade.

O Jel não é doido. É dos melhores profissionais que conheci. É empreendedor. Arrisca. Atravessa-se. Diz que faz, e faz. Há uns meses disse-me que ia à China encomendar uns milhares de leitores de MP3 para vender com o seu novo álbum. E foi. E vendeu–os todos. Não ficou à espera de subsídios, apoios, marcas que o patrocinassem. Foi lá com o livro de cheques dele sem dar cavaco a ninguém. Se isto não é um homem livre não sei o que será.

Texto integral

partilhar

Deixar uma resposta