Crédito à Habitação: Taxa de Juro Fevereiro 2012 (Instituto Nacional de Estatística)

A par da notícia publicada no Económico – Casas valem menos e juro implícito ao crédito alivia (clique para abrir), não podemos deixar de lhe sintetizar esta realidade. Desta forma: a taxa de juro no crédito à habitação mantém tendência decrescente e a prestação média estabiliza.

Para já, adiantamos aqui o resumo do documento “Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação” lançado pelo Instituto Nacional de Estatística:

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação diminuiu, em fevereiro, 0,020 pontos percentuais (p.p.), comparativamente com a taxa observada em janeiro, fixando-se em 2,687%. A prestação média vencida manteve-se em 295 euros. Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita atingiu 4,439%, mais 0,181 p.p. que no mês precedente, enquanto a prestação média vencida foi 395 euros (mais 21 euros que em janeiro).

Caso pretenda aceder a este na sua íntegra, siga o link clicando para abrir.

partilhar

Deixar uma resposta