Taxas Euribor – mínimos históricos após 12 sessões

As taxas Euribor (“Euro Interbank Offered Rate”, cujo equivalente em português é “taxa interbancária oferecida em euros”), referência mais utilizada nos empréstimos à habitação em Portugal, continuam a registar mínimos históricos no final de 12 sessões.

Para os prazos mais curtos, a Euribor a 1 mês recuou, pela terceira sessão consecutiva, para os 0,128%. A 3 meses, a taxa interbancária está agora nos 0,318%, tendo perdido 0,7 pontos base. A Euribor a 6 meses, a taxa indexante mais utilizada nos créditos

à habitação em Portugal, localiza-se agora nos 0,591%, tendo perdido 0,9 pontos base.

No que respeita à Euribor a 9 meses, a percentagem de referência recuou para os 0,728%, perdendo 0,7 pontos base, o que também aconteceu com a Euribor a 12 meses, que recuou para os 0,860%.

A permanente queda das taxas Euribor é explicada pelo corte da taxa de juro de referência para a Zona Euro até aos 0,75%, um valor nunca registado anteriormente. Por outro lado, o Banco Central Europeu também determinou a descida da taxa de depósitos para zero, o que significa que os bancos acabam por ser desencorajados a depositar os seus fundos na instituição de Frankfurt.

São boas notícias para quem tem créditos à habitação associados às taxas Euribor, pois implicará uma revisão em baixa do valor pago mensalmente.

Assim, confirma-se a tendência de queda nas taxas Euribor que tem vindo a ser registada há já algum tempo, como pode ser constatado nesta notícia de Junho de 2012: http://www.maisvalias.com/2012/06/29/prestacao-da-casa-desde-10-em-julho/#.UDPYWd1lRjM.

partilhar

Deixar uma resposta