CMVM – Subscrição de Obrigações – Reforço nas Regras de Informação

CMVM – Subscrição de Obrigações – Reforço nas Regras de Informação

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) aprovou um reforço das regras de informação a prestar aos subscritores de obrigações (principalmente aos investidores “não qualificados”).

Assim, o regulador do mercado de capitais obriga a que sejam prestadas informações completas sobre os custos totais dos serviços (incluindo todas as remunerações, comissões descriminas, encargos e despesas conexos) e o retorno líquido do investimento (rentabilidade líquida de impostos) em obrigações, antes da concretização da subscrição de títulos.

A CMVM pretende assim que seja garantindo o adequado cumprimento dos deveres de prestação de informação, já que a extensão e a profundidade da informação a prestar devem ser tanto maiores quanto menor for o grau de conhecimentos e de experiência do cliente”.

Fonte: http://expresso.sapo.pt/cmvm-obriga-a-informar-melhor-investidores-em-obrigacoes=f748225

Obrigações de Tesouro – Custos e Comissões

Nos últimos meses, tem havido uma onda de operações de colocação de obrigações para o retalho por parte de grandes empresas cotadas. No entanto, não podemos esquecer que a par destas vão surgindo também as Obrigações de Tesouro.

Este mês o Maisvalias partilhou consigo uma rubrica exclusivamente destinada a estas últimas. Dê uma espreita, seguindo o link (clique para abrir) que aqui deixamos para si.

Depósitos a Prazo: uma alternativa às Obrigações

Fique a saber quais os melhores depósitos a prazo a 1 ano em Agosto de 2012. Para isso, siga o link (clique para abrir).

partilhar

Deixar uma resposta