Crédito à Habitação – Crise obriga famílias a renegociar

A notícia é avançada pelo “Jornal de Negócios” e refere que, durante o primeiro semestre de 2012, foram revistos mais de 20 mil empréstimos de crédito à habitação, o que dá uma média diária de 130 créditos à habitação por dia.

Crédito à habitação – CDG lidera pedidos

Durante o mesmo período, a Caixa Geral de Depósitos foi o banco que efectuou mais revisões nos contratos de créditos à habitação, a pedido de 12579 famílias. Dos bancos inquiridos, o BPI foi o único a não fornecer os dados para este inquérito.

Crédito à habitação em tempos de crise

Com os elevados níveis de desemprego e o estrangulamento orçamental experimentado por várias famílias, muitos consumidores vêm-se obrigados a renegociar os seus contratos de crédito à habitação, obtendo desta forma alguma “margem de manobra”. Para as instituições bancárias, para quem a solução já não passa por ficar com a casa em caso de incumprimento, a estratégia agora é tentar encontrar soluções em conjunto com o cliente.

Crédito à habitação – quem pode renegociar?

Todos os clientes com contratos de crédito para aquisição, construção e realização de obras em habitação própria (permanente ou secundária). Estão também abrangidos os contratos de crédito para arrendamento e para aquisição de terrenos para construção de habitação própria.

Renegociar o crédito à habitação – pontos a ter em conta

  1.  A instituição bancária não pode cobrar nenhum valor para renegociar as condições contratuais (spread ou duração do empréstimo, por exemplo), seja a renegociação aceite ou não;
  2. A instituição bancária não pode obrigar o cliente a subscrever um ou mais produtos/serviços financeiros no âmbito da renegociação;
  3. Se o cliente pretender transferir o seu contrato de crédito à habitação para outro banco, o seguro de vida contratado inicialmente não perde validade; apenas se procede à alteração da instituição financeira que beneficiará do seguro, neste caso, o novo banco responsável pelo seu crédito à habitação.

partilhar

0 comments on “Crédito à Habitação – Crise obriga famílias a renegociar”

  1. Pingback: Alterações no Crédito À Habitação – Setembro 2012 | Maisvalias

Deixar uma resposta