IRS 2013 – Mais impostos, menos deduções

A opinião de vários fiscalistas é unânime: a redução dos escalões de IRS irá produzir uma subida de impostos para a maioria dos contribuintes. Em 2013 e apenas considerando o IRS, o aumento de impostos será sentido de forma mais grave na redução dos escalões e na redução das deduções.

Os impostos vão aumentar em 2013, talvez de forma menos visível, mas irão aumentar. A redução dos patamares das deduções e do número de escalões em sede de IRS tem já sido abordada em vários documentos oficiais e foi já afirmada por Paulo Núncio, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Aumento de impostos – Redução das deduções

Para a maioria dos portugueses, o aumento dos impostos será sentido particularmente neste ponto. Pela primeira vez, as deduções permitidas em sede de IRS serão sujeitas a um valor que englobarão todas as deduções – saúde, educação, casa, etc.

Os limites serão aplicados a todos os escalões excepto os dois primeiros escalões (abrangendo os contribuintes com menos de 7410 Euros/ano). Se, por exemplo, os seus rendimentos encaixarem no 4.º escalão de rendimento (que representa um rendimento que vai dos 18375 aos 42259 euros), o valor máximo a deduzir não pode ir para lá dos 1200 Euros. Até se verificarem estas alterações, as deduções desdobravam-se da seguinte forma:

– 30% das despesas de saúde, sem limite;

– 760 Euros em despesas de educação;

– 591 Euros pela aquisição de imóveis ou pagamento de rendas.

Em termos gerais, isto significa que os reembolsos irão diminuir e que os casos dos contribuintes a ter de pagar Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares irão aumentar.

Aumento de impostos – Redução dos escalões

Até agora e quase de forma sucessiva, os anteriores governos têm aumentado o número dos escalões, aplicando taxas de retenção mais elevadas aos rendimentos mais elevados. É expectável que, já em 2013, os actuais 8 escalões de rendimento (ver imagem em baixo) sejam reduzidos de forma “significativa”, como já foi confirmado pelas declarações de Paulo Núncio.

Fonte: Dinheiro Vivo

Veja aqui o artigo sobre o novo simulador de IRS 2013: http://www.maisvalias.com/2012/08/30/simulador-de-irs-2013-ja-disponivel-exercicio-relativo-a-2012-irx/#.UEngHI1lRjM

partilhar

0 comments on “IRS 2013 – Mais impostos, menos deduções”

  1. Tiago Responder

    Essa tabela de desconto do IRS é a que se encontrará em vigor no próximo ano? É que no texto da noticia diz que essa tabela é a que se encontra em vigor atualmente, o que não é verdade! Atualmente está em vigor uma folha com uma imensidão de escalões de IRS, e não essa coisa que apresentam.

    Muito grato pela ajuda 🙂

Deixar uma resposta