Taxa de desemprego sobe para os 15,8%

Taxa de desemprego sobe 0,8% relativamente ao trimestre anterior

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou hoje os dados relativos à taxa de desemprego em Portugal no 3.º trimestre de 2012. Os dados revelam que a taxa de desemprego voltou a subir no 3.º trimestre de 2012, para os 15,8%. Este valor é superior em 3,4% ao do trimestre homólogo de 2011 e em 0,8% relativamente ao do trimestre anterior.
Assim, a população desempregada em Portugal foi de 870,9 mil pessoas, o que representa um aumento homólogo de 26,3% e trimestral de 5,3%.

Outro dos dados revelados mostra que a população empregada foi de 4 656,3 mil pessoas, o que representa uma diminuição homóloga de 4,1% e trimestral de 0,7%, ou seja, a taxa de emprego está também a descer em Portugal.

Taxa de desemprego jovem e delonga duração também sobe

O INE apresentou ainda outros resultados que deviam preocupar não só os portugueses, como o Governo: o desemprego jovem disparou para os 39%, ou seja, das 870,9 mil pessoas que estão sem trabalho, 175 mil têm idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos de idade. Assim, entre junho e setembro, o número de jovens desempregados aumentou 17%, o que significa que em apenas três meses contam-se mais 25,4 mil jovens pessoas desempregadas. A taxa de desemprego ascenda, portanto, aos 39%, quando há um ano atrás era de 30%. No que se refere à taxa de desemprego de longa duração (mais de 12 meses) esta também subiu para os 8,8% no 3.º trimestre de 2012 quando era de 6,4% na comparação homóloga.

Desemprego afeta mais os homens

Para finalizar acrescente-se que a taxa de desemprego continua a afetar mais os homens que as mulheres, na realidade os homens representam 53,78% dos desempregados em Portugal contra os 46,21% das mulheres nos dados revelados pelo INE do 3.º trimestre de 2012.

Aceda aqui aos dados completos hoje revelados pelo INE.

partilhar

Deixar uma resposta