Afinal foram cerca de 1500 os nomeados pelo Governo a receber subsídio de férias

Foram 10 vezes mais os nomeados pelo Governo a receber subsídio de férias relativamente ao admitido em Setembro

Em Julho o Governo garante que não foi pago a qualquer membro dos gabinetes ministeriais o subsídio de férias, depois, em Setembro já admite existirem 131 assessores de gabinetes ministeriais que beneficiaram do subsídio de férias, agora, depois de questionados pelo PS, a 18 de Outubro, o Governo já admite que o total de nomeados pelo atual Executivo, que beneficiaram da exceção que permite a atribuição de subsídio de férias este ano,  ao contrário do que aconteceu com a Função Pública que viu o mesmo congelado, ascende a 1.454, ou seja, dez vezes mais que o admitido em Setembro.

Esta notícia é avançada hoje pelo Diário de Notícias e baseia-se em informação oficial remetida pelo Governo ao grupo parlamentar do PS.

partilhar

Deixar uma resposta