Cortes na saúde vão aumentar despesa a médio e longo prazo

Bruxelas avisa Portugal que cortes no sector da saúde podem aumentar despesa a médio e longo prazo

A Comissão Europeia divulgou um relatório que adverte os países que decidam efetuar cortes na saúde para como mediadas de austeridade, como é o caso de Portugal, que a médio e longo prazo essas medidas aumentarão as despesas devido às complicações provocadas no hospital e à má assistência médica em geral.

Cortes na saúde podem criar mais despesa ao Estado com o, posterior, regresso dos doentes ao hospital em estado de doença mais avançado

No fundo Bruxelas alerta que desinvestir na prevenção, cortar custos nos cuidados de saúde primários e limitar os meios de diagnóstico e terapêutica à disposição dos hospitais pode fazer poupar dinheiro a curto prazo mas a despesa vai aumentar no médio e longo prazo porque os doentes acabam por regressar aos hospitais, com a doença em estados mais avançados e podendo, ainda acabar por contrair outras patologias.

partilhar

Deixar uma resposta