IRS 2013: dois milhões de agregados continuam a não pagar IRS

IRS 2013 – progressividade do IRS «não está em causa»

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, sublinha que progressividade do IRS «não está em causa» mesmo com as mudanças previstas pelo Governo  no OE 2013 em matéria de IRS, afirmando, ainda, que mais de dois milhões de famílias continuarão a não pagar IRS em 2013.

«A progressividade do imposto não está obviamente em causa. (…) mais de dois milhões de agregados familiares em Portugal, continuarão a não pagar IRS em 2013», afirmou Paulo Núncio.

Para finalizar o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais vincou que “86% da receita total de IRS 2013 será paga pelos últimos dois escalões de IRS”.

 

partilhar

Deixar uma resposta