OE 2013 – Quais os maiores impostos e golpes no seu orçamento para 2013?

OE 2013 – Maioria das propostas mantêm-se

O Orçamento de Estado para 2013 (OE 2013) foi hoje aprovado no Parlamento. Confirmando-se, assim, a maioria das medidas que constavam na proposta de OE 2013 este será, mesmo, um dos mais duros dos últimos anos, com várias alterações nos impostos e na Segurança Social. Os contribuintes poderão esperar um dos maiores aumentos de impostos e nem, mesmo, as prestações sociais escapam a novas taxas.

Conheça as principais medidas de austeridade para 2013:

  • Subida do IRS pela redução de oito para cinco escalões; (clicar para abrir)
  • Sobretaxa mensal de 3,5%; (clicar para abrir)
  • Taxa de solidariedade – Salários superiores a 80 mil euros têm, ainda, de pagar uma taxa de solidariedade de 2,5%. A taxa sobe para 5% para os rendimentos a partir de 250 mil euros. Fonte: Económico.
  • Deduções (clicar para abrir) e benefícios fiscais; (clicar para abrir)
  • Deduções das despesas com a casa; (clicar para abrir)
  • subsídio de refeição; (clicar para abrir)
  • trabalhadores independentes; (clicar para abrir)
  • Taxa sobre subsídios de desemprego e doença; (clicar para abrir)
  • Mantém-se a suspensão do subsídio de férias a pensionistas e função pública – Mantém-se o corte do subsídio de férias dos funcionários públicos com salário base mensal acima de 1.100€ e uma suspensão gradual a partir dos 600€ até esse valor. Já os pensionistas que recebam mais de 1100€ receberão um corte de 90% no subsídio de férias. Os aposentados cuja pensão mensal seja igual ou superior a 600€ e não exceda o valor de 1.100 € ficam sujeitos a uma redução de subsídio que será calculada através da fórmula subsídio = 1188 – 0,98 x pensão mensal. Fonte: Dinheiro Vivo.
  • Aumento do imposto sobre os combustíveis – O imposto sobre o preço dos combustíveis, passa de 6,5 para 6,6 cêntimos por litro na gasolina e de 8,7 para 8,9 cêntimos por litro no gasóleo. Assim, o valor da contribuição de serviço rodoviário será de 66,32€ por 1000 litros para a gasolina e de 89,12€ por 1000 litros para o gasóleo rodoviário. Isto significa um ligeiro recuo em relação ao aumento previsto no documento preliminar. Fonte: Dinheiro Vivo.

partilhar

Deixar uma resposta