ANACOM alerta para números de telefone começados por 607

ATENÇÃO aos números começados por 607

A ANACOM (Autoridade Nacional de Comunicações), através de uma nota de imprensa, revela que “decidiu revogar os registos de cinco empresas de audiotexto, que assim ficam impedidas de continuar a prestar estes serviços”, por estas, alegadamente, ludibriavam os clientes que contactavam e solicitavam que, os mesmos, ligassem para números começados por 607. Estas ligações têm um custo superior e não estão barradas.

Resumidamente o esquema é o seguinte: “as pessoas são contatadas, dizem-lhes que é para participar numa sondagem, que para o fazer apenas têm que ligar para um nº 607 e até ganham um prémio por participarem. Quando realizam a chamada incorrem em custos significativos, porque estas chamadas têm um preço por minuto bastante superior ao das chamadas telefónicas para números móveis ou fixos. Em muitos casos não chegam a receber qualquer prémio.”Assim, a ANACOM alerta para ter cuidado quando liga para os números começados por 607 e garanta que conhece antecipadamente os custos.

A ANACOM alerta, ainda, que quando está a ligar para um número começado por 6xx, está, simultaneamente, a efetuar uma chamada de valor acrescentado, ou seja, mais cara.  Estas chamadas permitem-lhe aceder aos seguintes serviços:

601 serviços de audiotexto em geral, ou seja, todos os que não tenham um indicativo específico (por exemplo, “as linhas da amizade”)
607 serviços de televoto
608 serviços de vendas (marketing, angariação de fundos sem fins de caridade, gravação e divulgação de mensagens comerciais, etc.)
646 serviços de concursos, passatempos e divulgação dos respetivos resultados
648 serviços de natureza erótica ou sexual

Obrigações das empresas de audiotexto

A questão é que ao ligar para o 607 e ao contrário dos outros números atrás descritos este não se encontra barrado por defeito, ou seja, estas cinco empresas de serviços de audiotexto, que utilizavam números começados por 607 “não estavam a cumprir todas as suas obrigações de informação na gravação audível para quem liga para estes número: informando que prestam um serviço de valor acrescentado, o preço por minuto praticado; e a existência de um sinal sonoro que assinale a cadência dos minutos, para as pessoas poderem ter uma ideia do preço que estão a suportar com a chamada”.

Fonte: ANACOM.

 

 

partilhar

Deixar uma resposta