Redução de 6% no subsídio de desemprego a partir de fevereiro

Redução de 6% no subsídio de desemprego

Contrariamente ao anunciado por alguns órgãos de comunicação o subsídio de desemprego não deve encolher 6%, conforme o previsto no Orçamento de estado para 2013 (OE 2013), já no primeiro mês de 2013, isto porque o processamento das prestações ocorreu em Dezembro de 2012, antes da entrada em vigor do OE 2013. No entanto, é de esperar que haja efeitos retroativos.

Assim os subsídios de desemprego, bem como o de doença, só vão sofrer o corte previsto no OE 2013 a partir de Fevereiro. Lembramos que em questão está uma redução de 6% no subsídio de desemprego e de 5% no subsídio de doença acima de 30 dias.

transferirLevando em linha de conta que o subsídio médio de desemprego, em Outubro de 2012, era de 536,28€, a nova contribuição de 6% implicará uma redução de 32,2€ na prestação social. Se for confirmado que o corte será aplicado só em Fevereiro e com efeitos retroativos, então, a redução poderá ser a dobrar.

Fonte: Económico.

 

partilhar

0 comments on “Redução de 6% no subsídio de desemprego a partir de fevereiro”

  1. Pingback: Apoios sociais – subsídio de desemprego pode ser mais baixo do que o subsídio social | Maisvalias

Deixar uma resposta