Relatório do FMI – Função Pública

Reformas na Função Pública

O relatório do estudo do FMI (Fundo Monetário Internacional) sobre como reduzir a despesa do Estado de forma permanente, encomendado pelo Governo, recomenda várias reformas na Função Pública.

O FMI defende que o corte na despesa do Estado deve passar pelo corte nos salários dos funcionários públicos de forma permanente. Ou seja, os cortes não vão durar somente um ano e quando vierem são definitivos.

O relatório do Fundo destaca que os salários dos funcionários públicos representam a grande maioria da despesa do Estado, com um corte a representar menos três mil milhões de euros na despesa, ou seja, 75% do total pretendido pelo Governo.

Também as pensões na Função Pública devem vir a sofrer alterações com o FMI a recomendar um corte de 20% nas mesmas.

sem nome (2)

partilhar

Deixar uma resposta