Abastecimento alimentar – Grau de autossuficiência nos 81% em Portugal (2012)

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) revelou hoje dados relativos ao abastecimento alimentar em Portugal. Os dados hoje apresentados mostram que o grau de autossuficiência alimentar nacional situa-se nos 81% – 2012.

Eis o resumo dos dados revelados pelo INE:

Portugal apresenta um grau de autossuficiência  alimentar de 81%, expresso em valor, para o conjunto dos produtos da agricultura, da pesca e das indústrias alimentar e das bebidas (média 2006-2010), indicador que se manteve estável durante o quinquénio.
Para os produtos agrícolas (inclui vinho e azeite), o grau de autossuficiência situa-se nos 83%, evidenciando uma forte dependência do exterior em cereais e oleaginosas. Registam-se níveis próximos da autossuficiência para o azeite, ovos, hortícolas e frutos frescos e um grau superior a 100% para o vinho.
Portugal apresenta um grau de autossuficiência para os produtos da pesca na ordem dos 82% entre 2006 e 2010.
Com um grau de autossuficiência em produtos da indústria alimentar de 79%, o país assegura a procura interna de frutos e hortícolas transformados, sendo excedentário em conservas de peixe. A maior dependência do exterior verifica-se nos produtos da indústria alimentar da pesca, nomeadamente congelados, secos e salgados, cujo grau de autossuficiência é inferior a 47%.
O grau de autossuficiência das bebidas (não inclui vinho) evidencia um crescimento sustentado entre 2006 e 2010, tendo atingido os 96% em 2010. Portugal é autossuficiente em cerveja e água mineral natural, estando dependente do exterior no que diz respeito a outras bebidas não alcoólicas (inclui refrigerantes) e sobretudo em relação a outras bebidas alcoólicas.

Se preferir pode aceder aqui ao texto integral do INE.

Logo_INE

partilhar

Deixar uma resposta