Agricultores com atividade comercial têm de declarar o início de atividade ou podem ficar sem subsídios

Domingues de Azevedo, bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), alertou ontem, em declarações à Lusa, que os agricultores que não se registem nas Finanças podem ficar sem subsídios.

O bastonário veio assim deixar o aviso aos agricultores para o risco de perderem subsídios comunitários se não declararem início de atividade nas Finanças, defendendo, ainda, que só deve ser obrigatório a partir dos 10 mil euros/ano.

Os agricultores que não cumprirem as novas obrigações fiscais “arriscam-se a ser multados e a não receber os subsídios comunitários”, afirmou Domingues de Azevedo.

Importa lembrar que até 31 de maio, todos os agricultores com atividade comercial têm de declarar o início de atividade, passar fatura e estão sujeitos a IVA se obtiverem um rendimento anual bruto superior a 10 mil euros e que as ajudas pagas pelo IFAP também vão ter de ser declaradas ao Fisco, pela primeira vez, este ano.

Aceda aqui ao artigo completo da Lusa.

transferir

partilhar

Deixar uma resposta