eBoletim – A versão digital do BSIJ (Boletim de Saúde Infantil e Juvenil)

As crianças nascidas a partir de junho já podem ter o novo boletim de saúde eletrónico em vez do tradicional modelo em papel.

A versão digital do Boletim de Saúde Infantil e Juvenil – o eBoletim  – permitirá que mães, pais ou outros cuidadores de crianças nascidas a  partir de junho, optem por esta alternativa  com as seguintes vantagens:  “é de fácil utilização e permite o acesso simplificado à informação. A sua disponibilização na internet inclui a utilização de sistemas inteligentes e automáticos de alerta, que permitem transmitir informações importantes quer aos utentes, quer aos profissionais, sobre marcações de consultas, reforço de vacinas, realização de exames clínicos, etc”.

O e-Boletim, uma das novidades do novo Programa Nacional de Saúde Infantil e Juvenil (PNSIJ) anunciado recentemente (Dia Mundial da Criança) pela Direção-Geral de Saúde.

Este processo permitirá o registo do número de utente no Sistema Integrado de Informação Hospitalar (SONHO) e a criação do e-Boletim na Plataforma de Dados da Saúde para recém-nascidos. Assim, ainda antes de estes terem alta do hospital, é-lhes atribuído um número de utente e um centro de saúde. Os recém-nascidos ficam assim automaticamente associados ao médico de família da mãe e a uma unidade de saúde.

A entrada em vigor do e-Boletim será gradual, prevendo-se que esteja concluída ao nível dos cuidados primários até ao final de 2013, e nos hospitais em 2014.

Fonte: Portal da saúde.

eBoletim

partilhar

Deixar uma resposta