Pensões de sobrevivência com cortes a partir dos 2000€

Paulo Portas, vice-primeiro-ministro, falou este domingo ao país, na tentativa de explicar a questão dos cortes nas pensões de sobrevivência e anunciou que o corte nas pensões de sobrevivência apenas afetará as pessoas que acumulem duas ou mais pensões e totalizem rendimentos superiores a 2000€.

Além de só afetar quem recebe um total de pensões acima dos 2000€, a redução acontecerá apenas na pensão de sobrevivência e não será igual para todos, ou seja, haverá escalões. Por exemplo, quem receber entre 2000 e 2250€, ficará com 54% da pensão do beneficiário que morreu, em vez dos atuais 60%. Acima dos 4000€, a percentagem cai de 60 para 39%.

Destaque-se ainda que o corte vai aplicar-se tanto às pensões pagas pelo regime geral da Segurança Social como pela Caixa Geral de Aposentações.

partilhar

Deixar uma resposta