Fomos aos certificados de aforro – Série C (Act.)

Como prometido no artigo de 4 de Outubro, fomos aos CTT subscrever certificados de Aforro da Série C.

Para começar tratamos de ligar para os CTT para saber a papelada a levar e foi-nos dito que a identificação e o NIB chegavam. Uma pequena nota, o papel do multibanco com o NIB não serve, terá que constar o nome do titular, no nosso caso imprimimos a folha do HomeBanking.

Após lá chegarmos dissemos que queríamos abrir uma conta de aforro, depois da verificação inicial, soubemos que um registo antigo já existia e embora inactivo poderia ser reactivado, simplificando o processo.

Subscrevemos o mínimo de unidades e foi-nos dado um comprovativo como o que podem ver na fotografia. Esse comprovativo no verso tem os detalhes da subscrição que não divulgamos por razões obviamente compreensíveis. Levamos dinheiro para ser mais rápida a emissão do certificado e posterior inscrição no AforroNet.

O próximo passo seria aderir ao AforroNet, o que após 2 tentativas não estava a funcionar. Numa rápida chamada para o IGCP, fomos esclarecidos que teríamos de esperar 24 horas para aceder ao AforroNet. (ACT) Realizamos a inscrição no AforroNet e após a inscrição a password irá ser recebida na morada do aforrador no máximo em 10 dias úteis.

Certificados de AforroUma nota extra, foi-nos assegurado pelo IGCP que depois do acesso ao AforroNet teríamos acesso aos novos certificados do Tesouro que serão disponibilizados a partir de 31 de Outubro.

Caso prefira depósitos bancários aqui deixamos os o depósito do Banco Best que paga 4% de Juros no início do depósito.

Quando fizermos a subscrição do AforroNet daremos notícias.

partilhar

0 comments on “Fomos aos certificados de aforro – Série C (Act.)”

  1. Pedro Palmeiro Responder

    É necessário levar cheque, dinheiro, cartão, ou nenhum pagamento é efectuado ao balcão?
    Obrigado.

  2. Renato Barros Responder

    Olá Pedro,

    Nos levamos dinheiro, o mínimo, porque nos foi dito que poderíamos fazer um reforço pelo aforronet.

    Amanha vamos testar essa funcionalidade.

    Obrigado

  3. Pedro Palmeiro Responder

    Obrigado pela resposta. Sabe se outras formas de pagamento são aceites, nomeadamente por cartão ou cheque?
    Obrigado.

    • RSB Responder

      Diria que apenas cheque e transferência, visto que o cartão traria custos para os CTT. Logo aparte dos outros, o cash é o mais rápido até porque lhe confere o certificado na hora, todos os outros métodos segundo fui informado nos correios terá que esperar pelo certificado pelo correio.

      Eu segui pelo caminho de levar o mínimo de subscrição e depois de ter conta online fazer os reforços online.

      Obrigado,

      Renato de Sousa Barros

  4. Pingback: TOP 3 semanal Maisvalias | Maisvalias

Deixar uma resposta