Expetativas de aumento moderado do investimento para 2014

O INE publicou hoje os dados relativos ao Inquérito de Conjuntura ao Investimento registando revisão em baixa do investimento empresarial em 2013 e expetativas de aumento moderado do investimento em 2014.

Resumo
De acordo com as intenções manifestadas pelas empresas no Inquérito de Conjuntura ao Investimento de outubro de 2013 (com período de inquirição entre 1 de outubro de 2013 e 23 de janeiro de 2014), o investimento empresarial deverá apresentar uma taxa de variação nominal de 1,1% em 2014. Os resultados deste inquérito apontam ainda para uma redução de 8,3% do investimento em 2013, representando uma revisão em baixa face às perspetivas indicadas no inquérito anterior (variação de -2,1%).
Entre os objetivos do investimento, a extensão da capacidade de produção terá diminuído a sua importância relativa de 2013 para 2014, embora permanecendo como o objetivo mais referido. Adicionalmente, perspetiva-se um aumento do peso relativo dos investimentos orientados para substituição, racionalização e restruturação e outros fins, mais expressivo no último caso.
O principal fator limitativo do investimento empresarial identificado pelas empresas nos dois anos analisados foi a deterioração das perspetivas de venda, seguindo-se a incerteza sobre a rentabilidade dos investimentos. No primeiro caso, registou-se uma redução do peso relativo entre 2013 e 2014, tendo aumentado a percentagem de empresas no segundo caso.

Mais informações aqui.

Zemanta Related Posts Thumbnail

partilhar

Deixar uma resposta