Hierarquia dos critérios de despedimento

O governo apresentou uma proposta que hierarquiza seis critérios para o despedimento, sendo o primeiro deles a avaliação de desempenho, o que significa que o trabalhador a despedir será aquele que tiver pior avaliação. No entanto, estes critérios têm recebido muitas críticas das centrais sindicais. Hoje, no final da reunião do Conselho de Ministros, Marques Guedes, ministro da Presidência, anunciou que estes critérios serão mais densificados pois podem gerar despedimentos arbitrários.

Conheça a Hierarquia dos critérios de despedimento

  1. Pior avaliação de desempenho 
  2. Menores habilitações académicas e profissionais
  3. Maior custo pela manutenção do vínculo laboral do trabalhador para a empresa
  4. Menor experiência na função
  5. Menor antiguidade na empresa
  6. Menos débil situação económica e familiar

As alterações ao Código de Trabalho devem ser aprovadas na próxima reunião do governo.

Fonte: Diário Económico.

despedimentos

partilhar

Deixar uma resposta