O que é um ETF (Exchange-Traded Fund) ?

O que é um ETF (Exchange-Traded Fund) ?

Um ETF é um fundo de investimento que pode ser transacionado como uma como ação. Um ETF, como um fundo pode deter ações, obrigações, futuros ou outros produtos derivados. Os ETF’s são dos produtos preferidos dos investidores, pois teem baixos custos de manutenção comparativamente a um fundo de investimento e permitem ao investidor a qualquer momento sair ou entrar do produto como se fosse uma ação.

Detalhes de Transação de um EFT

Estes são transacionados perto do valor dos activos que teem e muitas vezes estão dependentes de um market maker que dita o preço de mercado de um certo activo. O market maker define geralmente um preço de compra e outro de venda dos activos e deverá estar sempre disponível a comprar / vender o activo. Esta parte do market maker é dependente do emitente, pelo que em alturas de grande volatilidade o mesmo pode não existir. A explicação mais simples que arranjamos para lhe explicar o que é um market maker é a de um vendedor / comprador do mesmo produto. Imagine que é um vendedor de laranjas, mas ao mesmo tempo compra laranjas, quando faz estes negócios, tem que ter uma margem mesmo que pequena. Assim sendo o vendedor de laranjas vende mais caro que o que compra, geralmente este diferencial não deverá ultrapassar os 0,1%.

Comissões sobre ETF’s

Estes produtos são particularmente interessantes, pois é possível por exemplo seguir um índice com custos bastante baixos, geralmente de 0,25%, o que os torna bastante atractivos. Em grande parte os EFT’s são fundos de gestão passiva, ou seja, limitam-se a replicar o peso que cada uma das ações tem no fundo. Assim como a análise é bastante simplificada, não existe necessidade de uma intervenção directa de um analista, logo menos comissões.

Imagine que acha que todo o mercado português irá subir. Pode correr o risco numa das acções, mas e se todas as outras subirem e essa descer? É aqui que achamos que os ETF’s são atractivos.

Vantagens dos ETF’s

Façamos algumas contas. É um investidor que tem 5000€ disponíveis para investir, o PSI20 tem 20 ações, iria comprar cada uma delas? Isso daria 500€ por cada lote, se tivermos comissões de compra  e venda de 14 euros (7 para a compra e 7 para a venda), teríamos 20 vezes 14 euros ou seja 280. se analisarmos o nosso investimento de 5000 euros, vemos que 5,6% do nosso montante total iria ser gasto só em comissões. Num EFT que faça a replicação do PSI20 teria que pagar 14 euros para comprar e vender o EFT. ou seja 0,28% do seu investimento total. além de poupar em comissões dilui o risco do seu investimento por todos os títulos existentes no mesmo.

Tenha também cuidado com a bolsa onde é negociado o seu produto, alguns deles são mais líquidos que outros!

Vamos continuar a desenvolver este temas em artigos com mais detalhe sobre ETF’s.

Caso tenha algo a acrescentar não hesite em comentar!

partilhar

1 comment on “O que é um ETF (Exchange-Traded Fund) ?”

  1. Manuel Responder

    Gostaria de ver publicado um esclarecimento, com alguma exemplificação, sobre o preenchimento dos Anexos F e G do modelo de IRS, pois tem sido um tormento ir junto da AT e cada funcionário ter um entendimento diferente. Uns acham que as ações adquiridas por exemplo no CAC 40 através dum banco nacional devem ser preenchidas no anexo F. Outros pelo contrário entendem que apenas se obteve rendimento no estrangeiro o deve fazer. Caso possa esclarecer em tempo útil valorizaria “objectivo de partilhar ideias sobre investimento e para tentar combater a iliteracia financeira”. Obrigado.

Deixar uma resposta