Top 10 o municípios com maior/menor poder de compra

Saiba se vive num dos municípios com maior/menor poder de compra. Ranking dos 10 municípios com maior e menor poder de compra.

O INE – Instituto Nacional de Estatística publicou hoje um estudo sobre o poder de compra concelhio, relativo a 2013. O estudo do INE revela que 32 municípios, dos 308 municípios portugueses, têm um poder de compra acima da média nacional, ou seja, acima do valor de referência para Portugal que é 100. Eis o resumo do estudo publicado pelo INE:

Resumo

Em 2013, dos 308 municípios portugueses, 32 apresentavam, relativamente ao indicador do poder de compra per capita (IpC), valores acima da média nacional. Os resultados permitem destacar valores mais elevados de IpC nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e também em alguns municípios coincidentes com capitais de distrito. O indicador Percentagem de Poder de Compra (PPC) revela que 23 municípios concentravam 50% do poder de compra nacional e que os 35 municípios que integram as duas áreas metropolitanas do país ultrapassavam este limiar ao concentrarem 51% do poder de compra nacional.

Conheça quais os 10 municípios com maior e menor poder de compra. Saiba ainda em que posição do ranking dos municípios com maior de compra está o Concelho onde vive.

  • Top 10 dos municípios com maior poder de compra

1 – Lisboa (207,9);

2 – Oeiras (180,7);

3 – Porto (169,8);

4 – Faro (132,3);

5 – Coimbra (130,3);

6 – São João da Madeira (130,1);

7 – Sines (128,03);

8 – Cascais (125,59);

9 – Aveiro (123,5)

10 – Matosinhos (120,9).

  • Top 10 dos municípios com menor poder de compra

1 – Ponta do Sol (58,55);

2 – Câmara de Lobos (57,04);

3 – Vinhais (59,84);

4 – Tabuaço (56,63);

5 – Resende (59,11);

6 – Celorico (56,64);

7 – Cinfães (56,54);

8 – Baião (59,40);

9 -Ribeira de Pena (59,66);

10 – Penalva do Castelo (60,38).

Aceda aqui ao estudo completo do INE e saiba qual o poder de compra do seu município.

Fonte: INE - Indicador per Capita por município, 2013

Fonte: INE – Indicador per Capita por município, 2013

 

partilhar

Deixar uma resposta