Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

Mais-Valias Imóveis (Partilhas)

Boa Tarde Maria Oliveira:

A dúvida que nos colocou foi:

“Gostaria que me ajudassem nas minhas dúvidas sobre mais valias para que possa preencher a declaração de irs .

O meu pai faleceu em 1983 a escritura de partilhas por sua morte só foi efectuadas em 2007.

No ano de 2008 foi vendido um prédio rústico da qual eu era proprietária de ½.

No anexo G terei de inserir no item realização a data da escritura e a parte do valor que me coube certo? As minhas maiores dúvidas prendem-se com o item aquisição pois não sei se a data é a do óbito ou a da escritura de partilha e também não faço ideia de qual o valor de aquisição a colocar?

Ou será que como o óbito foi anterior a 89 tenho de entregar o modelo G1?

Já agora só posso entregar a declaração  de irs no prazo dos trabalhadores independentes certo?

Muito obrigado

Maria Oliveira”

(mais…)

Ler mais

Mais-Valias pela Permuta de Imóveis

Boa Tarde Luis:

A dúvida que nos colocou foi a seguinte:

“Boa tarde

A minha avó morreu em 1981 e o meu avô em 1998. Em 1997 o meu pai com o irmão e o meu avô realizaram a partilha dos bens em que se dividiu tudo apenas pelos dois filhos.
Em 2004 o meu pai realizou uma permuta de um desses terrenos, anteriormente rústico avaliado em 2.800$00 e que quando se passou a urbano foi avaliado em cerca de 290.000€.
A permuta foi realizada no sentido de ficar com 3 fracções do edifício a construir nesse terreno e que está neste momento a ser concluído, num valor muito similar ao da última avaliação.
A dúvida é: Há mais-valias a pagar? Uma vez que não se recebeu dinheiro nenhum, foi apenas realizada uma permuta…
Obrigado.”

(mais…)

Ler mais

Mais Valias sobre Imóveis, após divórcio

Boa Tarde Pedro:

 

A sua dúvida é a seguinte:

 

“Boa noite.

 

Estava a tentar colocar a minha dúvida no “consultório” quanto à minha situação fiscal, mas não consigo fazer chegar-lhe a minha questão. Pedem para aguardar, mas em vão…

 

Não sei se é possível esclarecer-me através deste meio…

 

Em 2004, ainda casado comprei um apartamento por 110.000 euros. Em 2008, no seguimento do meu divórcio, vendi o mesmo apartamento por 168.000 euros. O apartamento tb pertencia a minha ex-mulher visto estarmos casados em comunhão de bens. Na altura ainda devíamos ao banco cerca de 96000 euros. Tenho na minha posse documentos que comprovam despesas no valor de 1000 euros. Depois de vender esse apartamento, comprei, já divorciado, um novo apartamento por 120000 euros, no qual apliquei 10000 euros das mais-valias recebidas .

Qual será o valor de mais-valias tributáveis? E que taxa se irá aplicar?”

  (mais…)

Ler mais

Mais-Valias sobre Imóveis Crédito Habitação (Bonificado/Multi-Opções)

Boa Tarde Stela:

A dúvida que nos colocou foi:

“Boa tarde,

Tenho duvidas em relação ao cálculo das mais valias na sequência da venda da minha casa.
Em 2002 comprei um imóvel no valor de 84.795 € (dezassete mil contos na moeda antiga)e pedi um empréstimo bancário para adquirir -lo, no entanto este empréstimo foi concedido de 2 formas um de 62.349 € em crédito habitação bonificado e 22.446 €crédito habitação multi-opções. O valor de venda foi de 108.400 € e paguei os empréstimos bancários no valor de 74.046,42 €. Pretendo agora adquirir um imóvel no valor de 150.000 € e pretendo contrair empréstimo de 130.000 €. Gostaria de saber como se processa o calculo das mais valias e se tenho de pagar.

Muitos obrigada,

Stela Canhoto (mais…)

Ler mais

Cartão da empresa

Já começou a ser emitido o Cartão da Empresa, o novo documento de identificação da empresa. Do mesmo modo que para os cidadãos individuais, foi agora criado um cartão para as empresas que reúne num só cartão três números relevantes para a identificação das empresas: o número de identificação de pessoa colectiva, o número de identificação fiscal das pessoas colectivas que, na generalidade dos casos, corresponde ao NIPC, e o número de identificação da segurança social (NISS). (mais…)

Ler mais