Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

Como chegam as Acções aos Mercados

Vender acções nos mercados não é tão simples como chegar à CMVM e dizer que detém x acções de uma empresa que não está cotada e as deseja vender no mercado de acções.

O processo de iniciação de acções nos mercados tem o nome de IPO (Initial Public Offering), ou em português OPV (Oferta Pública de Venda).

Uma OPV pode ser primária ou secundária. As ofertas primárias são aquelas em que a empresa oferece ao mercado acções que são propriedade da mesma, isto é, o dinheiro pago pelas acções irá para a própria empresa e sustentará o seu crescimento.

As ofertas secundárias, são acções de uma empresa vendidas pelos sócios. Os montantes angariados nestas ofertas vão para os sócios que estão a vender as acções.

Streamer Bigonline

Streamer Bigonline

Os ofertas primárias são geralmente mais apreciadas pelo mercado, pois a empresa gera liquidez para o seu crescimento. Depois de estarem no mercado as acções não dependem da forma como foram lançadas (OPV Primárias ou Secundárias).

Uma vez listadas na bolsa de valores, as acções podem ser negociadas livremente. Investidores fazem a negociação através de uma corretora, enviando ordens de compra e venda das acções pretendidas.

Este envio de ordens de compra e venda, por sua vez, pode ser feito de várias formas. Antes da massificação da internet, as ordens eram enviadas através de uma  comunicação escrita, faxes, telefonemas etc., que eram encaminhadas directamente para a sala de mercados, na bolsa de valores.

Hoje em dia, com a popularização da Internet, praticamente todas as corretoras nacionais disponibilizam aos seus clientes plataformas de home-broker (Streamers), que é nada mais do que o acesso a um sistema integrado com a bolsa, que permite ao próprio investidor enviar directamente ordens de compra e venda de acções.