Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

Um rebuçado vindo da China?

A China é, neste momento, uma das maiores potências mundiais. O índice principal caiu ~75%, desde o início desta crise. Assim sendo, temos uma economia que, segundo as últimas previsões crescerá 7,5% e não os 9% previstos para 2009, antes deste crash. Não será o que era expectável, mas não corre risco de entrar em recessão.

Na China temos 300.000 pessoas com menos de 20 anos. A sua economia cresceu a um ritmo de 9,7% nos últimos 28 anos. É responsável pelo consumo de metade do cimento mundial, 30% do carvão, 30% do aço e 25% do alumínio.

(mais…)

Ler mais

Porque devemos cortar nas perdas!

Existe, em quase todos os investidores uma certa reticência em assumir perdas nos negócios. Seja pelo facto de estarem a assumir que erraram, seja pelo facto de ficarem na esperança de que o título recupere.

Quando não existe um Stop Loss (Ordem de venda automática a um preço estipulado previamente) tendemos a ficar na esperança que o título volte a um preço melhor do que o actual. É verdade que isso poderá acontecer. Devemos no entanto ter regras e objectivos definidos quando estamos nos mercados financeiros. (mais…)

Ler mais

O Primeiro-Ministro e a teoria do Jogo.

No passado fim de semana (sábado e domingo), o Primeiro-Ministro respondeu na TSF a questões sobre vários aspectos da vida económica. Foi notório e repetitivo ao longo da entrevista que para o Primeiro-Ministro, a Bolsa é um local de jogo e que investir em activos financeiros (acções, futuros, etc.) é de facto algo muito trivial, é apenas “jogar na Bolsa”.

Independentemente da falta de formação financeira do mais alto responsável pelo Governo, penso que este é um tipo de discurso que se revela totalmente desadequado à actual conjuntura. Num momento em que os mercados estão numa fase de turbulência, considerar a Bolsa como um casino é algo que castiga ainda mais as expectativas e confiança dos investidores, agravando de forma considerável a desvalorização das empresas. (mais…)

Ler mais