Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

IRS 2013 – Rescisões mais altas na Função Pública vão pagar imposto

Segundo notícia o site Dinheiro Vivo, as indemnizações a funcionários públicos, no âmbito do plano de rescisões que hoje começa a ser negociado com os sindicatos da função pública, que paguem 1,25 e 1,5 salários por ano de serviço ficarão sujeitas ao pagamento de imposto, ou seja, o Estado vai cobrar IRS nas rescisões mais altas de […]

Ler mais

IRS – Rescisões amigáveis na Função Pública pagam imposto a partir de um salário de indemnização

Funcionários públicos estarão também sujeitos ao pagamento da sobretaxa extraordinária de 3,5% Segundo um artigo ontem publicado no Correio da Manhã (CM) as rescisões amigáveis na Função Pública vão pagar imposto a partir de um salário de indemnização por rescisão, sendo os funcionários, nestes casos, obrigados a pagar IRS. O jornal CM acrescenta, ainda, que […]

Ler mais

Rescisões amigáveis na Função Pública incluem suplementos permanentes

Indemnizações podem ir até um mês e meio de salários por ano de trabalho O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, no final da reunião com os sindicatos, adiantou e confirmou mais alguns pormenores relativamente ao programa de rescisões no Estado, nomeadamente, que as mesmas podem ir até um mês e meio de salários por ano […]

Ler mais