Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

Entender a cotação de acções

Ao ver a cotação de acções na sua corretora o investidor terá acesso a informações parecidas com as informações abaixo referidas.

Informação diária – BCP

Seguem-se as descrições de cada item de uma tabela de cotação das acções da bolsa, como esta significa:

Informação diária BCP

Este é o nome do activo (acção) à qual a cotação se aplica. “Diário” indica que o período de referência para a cotação é um dia inteiro. Você pode obter a cotação de acções para vários períodos, tais como semanais, diários ou até a cada minuto, e é muito importante ter certeza de que se está a olhar para números do período desejado.

Data/hora

O momento exacto em que a cotação foi registada. Os números das tabelas acima mudam a cada segundo, por isso é fundamental saber a data/hora a qual se referem as tabelas de cotação das acções.

Abertura

O preço inicial da acção no período. Numa cotação diária, por exemplo, este é o valor negociado na primeira operação do dia.

Mínimo

Este número indica o valor mínimo que a acção foi negociada no período. Numa tabela diária de cotação das acções, este número regista o menor preço que um negócio foi fechado no dia.

Máximo

Similar ao mínimo do período, porém regista o valor máximo a que a acção foi negociada no período.

Último

O valor negociado na última operação de compra/venda da acção.

Anterior

O valor de fecho da acção no período anterior. Em tabelas de cotação das acções diárias, este valor refere o preço que a acção foi negociada pela última vez no dia anterior.

Variação

A variação percentual do preço actual (último) da acção em relação ao valor de abertura. Normalmente, variações percentuais são (mas nem sempre) seguidas do sinal “%”.

Volume

O valor total, em títulos, negociado no período. Ou seja, este número é a soma de todos os títulos transacionados durante o período.

Mas afinal, qual o valor da acção? Qual valor determina a rentabilidade das acções?

Normalmente, usa-se o valor do ultimo negócio para saber o valor da acção.

Os tickers (geralmente faixas econtradas am vários websites com o preço a variar) mostram no fundo o seu último preço.

Por exemplo, se o último negócio de determinada acção foi ao preço de 5,71 €, então pode-se dizer que o “preço” da acção é  de 5,71 €.

Digamos que existem compradores a 5,70 € e vendedores a 5,72 €. Neste caso nenhum negócio é fechado porque não existe um acordo entre os preços para haver um negócio.

Apenas existirão negócios caso alguém decida comprar a 5,72 € ou alguém decida vender a 5,70 €.

Existe também uma ferramenta que tem o nome de profundidade. A profundidade, como está na imagem, é a quantidade de compradores/vendedores existentes no mercado. Nesta imagem temos uma profundidade de 5 niveis. Geralmente é designada também por “cofres”.

O lado esquerdo mostra as ofertas de compra:

       Nº – Identifica o número de compradores.

       Qtd: Quantidade de intenções de compra em número de acções.

       Preço: Preço a que os investidores estão dispostos a comprar.

Do lado direito da imagem temos a mesma análise, mas para o lado vendedor.