Saiba como Ganhamos 12% ao ano com investimentos P2PLer Mais...

Maço de tabaco pode ultrapassar os 5 euros em 2013

Aumento de imposto sobre o tabaco em 30% defende a CIP Uma proposta da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), que propunha o aumento do imposto sobre o tabaco em 30%, terá sido bem recebida pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. Esta medida, a ser adotada, implicará que a maioria dos maços de tabaco passe a custar […]

Ler mais

Novo Portal do Governo – Saiba para onde vão os seus impostos

O novo portal do Governo, permite entre outras coisas, simular para onde vão os seus impostos. A título de exemplo um solteiro com 25000 euros brutos de rendimento anual paga 4236,73 € que vão para: 1481,53 € para Protecção Social 650,95 € para Serviços Gerais da Administração Pública 600,06 € para Saúde 573,97 € para […]

Ler mais

Portugal, Sócrates e a Crise.

Hoje o que se vê e sente é a nossa gradual separação da concentração europeia; é o tecido lucrativo, empresas e indústrias não conseguirem a sustentabilidade adequada, porque, na generalidade, são (e estão) obsoletas.O governo de Sócrates, o engenheiro formado por aquele famosa e falecida universidade que todos nós sabemos, quando quer aplicar uma medida que visa corrigir o sistema político, civil e laboral e receia, de alguma forma, impugnações veementes da parte dos cidadãos que se sentem afectados e prejudicados pelas medidas que o governo pretende introduzir e desenvolver, quase sempre justifica a “bondade” e a “justeza” dessas medidas, dando o exemplo de nações mais desenvolvidas do que a nossa que adoptaram medidas similares e se mostraram produtivas no terreno. (mais…)

Ler mais

O Primeiro-Ministro e a teoria do Jogo.

No passado fim de semana (sábado e domingo), o Primeiro-Ministro respondeu na TSF a questões sobre vários aspectos da vida económica. Foi notório e repetitivo ao longo da entrevista que para o Primeiro-Ministro, a Bolsa é um local de jogo e que investir em activos financeiros (acções, futuros, etc.) é de facto algo muito trivial, é apenas “jogar na Bolsa”.

Independentemente da falta de formação financeira do mais alto responsável pelo Governo, penso que este é um tipo de discurso que se revela totalmente desadequado à actual conjuntura. Num momento em que os mercados estão numa fase de turbulência, considerar a Bolsa como um casino é algo que castiga ainda mais as expectativas e confiança dos investidores, agravando de forma considerável a desvalorização das empresas. (mais…)

Ler mais